Você sabia que..


...

Notícias Voltar


Presidente da CNM atualiza atuação do municipalismo e destaca importância da Fames em encontro com gestores sergipanos

01 de agosto de 2022

52257258740 db75ebcf88 bO presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, participou na tarde desta segunda-feira, 1º de agosto, da abertura do Encontro de Secretários e Secretárias de Saúde do Estado de Sergipe, que está sendo realizado na sede da CNM em Brasília. O líder municipalista reforçou a parceria da entidade com os gestores sergipanos, atualizou o público sobre a atuação do movimento municipalista e pediu o apoio dos participantes para buscar novas conquistas.

O encontro com os gestores de saúde é promovido pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames) em parceria com a Confederação, com programação que se estende até o dia 3 de agosto. Acompanhado pelo presidente da Fames, Alan Nunes; e por integrantes da diretoria da CNM, Ziulkoski fez um histórico da atuação do movimento municipalista que tem a entidade municipalista sergipana como um de seus apoios. “A nossa parceria vai muito além da atuação política. A Fames sempre está conosco em busca de melhorias para a gestão”, reiterou o líder municipalista.

Mais uma vez, o presidente da CNM mostrou preocupação com o impacto da promulgação da Emenda Constitucional (EC) 124/2022 que instituiu o piso dos enfermeiros e os reajustes concedidos aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE). De acordo com o monitoramento feito pela CNM, tramitam no Congresso mais de 150 projetos de pisos, sendo mais de 50 para profissionais de saúde.WhatsApp Image 2022 08 01 at 16.17.33

Sobre esses temas, o presidente da CNM reiterou que nunca foi contra qualquer tipo de piso, mas que o governo federal deve garantir recursos para custear a criação e o reajuste dos salários desses profissionais. “A gente quer pagar o piso, mas a União tem que ser solidária conosco e repassar os recursos para pagar”, disse ao citar a atuação do municipalismo para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 122/2015, que proíbe a criação de novas despesas sem indicar a fonte de receita. “Essa PEC foi uma luta de oito anos e aguarda agora a promulgação. É uma das principais conquistas do movimento”, complementou.

Ao finalizar o discurso, o presidente da CNM destacou que cada vez mais o movimento municipalista deve concentrar esforços para alcançar novas conquistas. “Vamos continuar lutando para que vocês tenham recursos lá na ponta. Os nossos problemas têm solução, mas precisamos continuar unidos e a Fames é fundamental nessa parceria”, considerou Ziulkoski.  Além dos presidentes da CNM e da Fames, a mesa de abertura contou com a presença de representantes do Ministério da Saúde e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

 

Confira a Galeria de fotos. 

 

Por: Allan Oliveira

 

Da Agência CNM de Notícias